sexta-feira, 1 de maio de 2009

Ayrton Senna do Brasil

Ayrton Senna da Silva: o último herói brasileiro

Hoje, ao pensar nos 15 anos da morte de Senna, lembro dos versos de um velho conhecido, Alexandre Bueno Chaves, que diziam:

O herói, enfim, morreu
E nossos sonhos ficaram na mão
Só nos restam os braços de Morfeu
Enquanto não surge outro homem-galardão

Lembro também do meu velho amigo Jorge Barretto, que era grande fã do Senna e também morreu cedo demais...

Valeu, Senna! Valeu, Jorge!

Um comentário:

Rosa Mouta disse...

parabéns pro pretinho!